fbpx

Pneumática industrial – Tudo o que você precisa saber

Pneumática industrial – Tudo o que você precisa saber

A pneumática está cada vez mais presente nas indústrias brasileiras. Confira neste artigo, tudo o que você precisa saber sobre o tema.

A pneumática é uma área da física que estuda o uso de gases ou ar pressurizado. Aplicada na engenharia, ela possui uma série de utilidades como, por exemplo, em máquinas e equipamentos industriais.

Assim como a elétrica e a hidráulica, a pneumática é muito comum em aplicações de automação industrial. Desse modo, destaca-se pela capacidade de aumentar a produtividade a um custo operacional relativamente mais baixo.

COMO FUNCIONA

Os equipamentos pneumáticos funcionam a partir do ar atmosférico comprimido. Dessa forma, para o seu funcionamento é necessário primeiramente a presença de um compressor.

Após passar pelo compressor, o ar comprimido segue por tubulações até chegar às ferramentas, cilindros e outros equipamentos que alimenta. 

Basicamente, o funcionamento pode ser dividido em 3 etapas:

GERAÇÃO: O compressor capta o ar que está no ambiente e aumenta sua pressão. Ou seja, o ar comprimido é gerado pelo compressor.

DISTRIBUIÇÃO: O ar comprimido é distribuído para as diferentes aplicações através de um sistema de tubulações de metal ou plástico que atravessa a fábrica.

APLICAÇÃO: O ar comprimido chega ao equipamento ou ferramenta alimentado-o para que realize sua tarefa.

COMPONENTES

Uma aplicação pneumática normalmente é composta por cilindros pneumáticos, válvulas de controle, preparação de ar e acessórios.

Cilindro pneumático:  Utiliza o ar comprimido para exercer uma força em um determinado curso ou extensão.

Sensores do cilindro:  Enviam sinais elétricos de acordo com o comportamento do cilindro, informando quando ele está estendido ou quando esta retraído.

Válvula pneumática:  Controla a direção do ar comprimido.

Preparação de ar:  Formada por componentes utilizados para filtrar, regular e lubrificar o ar comprimido. São fundamentais para aumentar a vida útil dos componentes pneumáticos.

Conexões pneumáticas:  Usadas para ligar os componentes pneumáticos entre si, podem ser de diversos tipos.

Pressostatos:  Indicam se a pressão de ar está alta ou baixa. Fundamentais para o controle de um sistema pneumático.

Outros elementos de controle:  Componentes utilizados para ajudar na automação do equipamento pneumático, como: reguladores de fluxo e pressão, válvulas de bloqueio, válvulas lógicas, botões e alavancas etc.

VANTAGENS

A tecnologia pneumática se destaca por ser barata, segura e de fácil aplicação. Por isso, está cada vez mais presente nas indústrias brasileiras, trazendo ganhos significativos na produtividade e na redução dos custos.

  • Necessidade de investimento relativamente pequeno;
  • Facilidade de implantação e manutenção;
  • Simplicidade na operação;
  • Fácil entendimento da lógica de operação;
  • Redução dos custos operacionais;
  • Aumento no ritmo do trabalho;
  • Resistência a ambientes hostis (poeira, temperatura, umidade);
  • Maior segurança;

APLICAÇÕES

A pneumática está presente, em diversos níveis, em praticamente todos os ramos industriais.

  • Alimentos e bebidas;
  • Automotiva;
  • Eletrônicos;
  • Geração de Energia;
  • Indústria pesada;
  • Máquinas e equipamentos;
  • Móveis;
  • Petróleo e gás;
  • Médico-hospitalar;
  • Indústria química e petroquímica.

Além disso, a tecnologia pneumática também é encontrada por exemplo em parques de diversão para automatizar algum brinquedo, em ônibus para abrir e fechar as portas, entre muitos outros locais.

Da mesma forma, pode ser aplicada em diverso tipos de máquinas e processos:

  • Embalamento de produtos;
  • Produção de papel;
  • Produção de plástico;
  • Processamento;
  • Abrir e fechar válvulas;
  • Transporte e movimentação de materiais.

INDÚSTRIA 4.0 E PNEUMÁTICA

Com toda a certeza, a pneumática não fica de fora da Quarta Revolução Industrial (Indústria 4.0). Afinal, combinando componentes pneumáticos com eletrônicos, é possível recolher dados do sistema e aproveitá-los de diversas formas através da IoT (Internet das Coisas) e do Big Data. Com isso, é possível gerenciar e otimizar todos os processos, de modo a garantir, por exemplo, maior eficiência energética, além de menores custos de produção e de manutenção.

Nesse sentido, sem dúvida, a automação pneumática está mais do que integrada aos modernos processos de fabricação ligados à Indústria 4.0. De fato, já há no mercado brasileiro equipamentos com as tecnologias necessárias para fazer a migração para a Indústria 4.0, como: fieldbus, controle embarcado, coleta de dados, diagnósticos, terminais de válvulas inteligentes com comunicação I/O-Link etc.

PARKER – PNEUMÁTICA

Caso ainda não tenha lido, clique aqui para conhecer melhor a história da Parker.

A Parker é uma empresa líder mundial no fornecimento de soluções de automação e controle, que oferece também diversas oportunidades relacionadas a pneumática industrial. Para saber como aproveitá-las da melhor forma, sem dúvida é fundamental conversar com uma equipe altamente especializada, como a da DJP Automação. Sendo assim, confira abaixo algumas soluções Parker encontradas na DJP e fique à vontade para entrar em contato.

CILINDRO MINI ISO SÉRIE P1A

Cilindros-Mini-ISO-Série-P1A

Indicada para uso em aplicações gerais, principalmente indústrias de embalagens, alimentícias e têxteis.

  • Ø 10, 12, 16, 20 e 25 mm;
  • Dupla ação e haste passante;
  • Amortecimento fixo e ajustável;
  • Pressão de trabalho até 10 bar.
CILINDROS COMPACTOS SÉRIES P1P E P1Q
Cilindros-Compactos-Séries-P1P-e-P1Q

Eficiente e compacto, ou seja, é ideal para aplicações onde o espaço é o elemento fundamental.

  • Diâmetros de 12 a 100 mm;
  • Versão standard com haste em inox e êmbolo magnético;
  • Guias externas, haste passante;
  • Roscas macho e fêmea nas hastes.
CILINDRO ISO 15552/VDMA SÉRIE P1EB
Cilindros-ISO-15552-VDMA-Série-P1EB

Os cilindros ISO possuem tubo em alumínio perfilado e anodizado, com canais para montagem dos sensores. Dessa forma, tanto o sensor quanto o cabo elétrico e cabeçotes ficam protegidos do acúmulo de impurezas.

  • Diâmetros de 32 a 320 mm;
  • 32 até 125 mm (tubo perfilado) e 160 até 320 mm (tirantado);
  • Conforme as normas ISO 6431/ VDMA 24562;
  • Dupla ação e haste passante.
CILINDROS HEAVY DUTY SÉRIES 3400 E 3520
Cilindros-Heavy-Duty-Séries-3400-e-3520

Cilindros desenvolvidos com materiais de alta resistência, ou seja são ideais para trabalhos pesados.

  • Diâmetros de 1 1/2” a 12”;
  • Dupla ação;
  • Haste passante.
VÁLVULAS SÉRIE PVN PLUS
Válvulas-Série-PVN-Plus

Apresentam como principais características: capacidade de vazão de 1.640 l/min, sistema Non-lube e a opção de montagem individual ou em manifold.

  • Conexão de 1/4” NPT ou G;
  • Pressão de até 10 bar;
  • Baixa potência de 2,5 W.
VÁLVULAS SÉRIE ISOMAX
Válvulas-Série-ISOMAX

Além de atenderem à Norma ISO 5599-1 e 15407-1/VDMA 24563 destacam-se como vantagens o sistema Non-lube, corpo de poliamida e principalmente o assento em cerâmica que garante até 100 milhões de operações livre de manutenção.

  • Válvulas ISO 5/2 e 5/3 vias;
  • Tamanhos ISO 02, 01, 1, 2 e 3;
  • Pressão de 2 a 12 bar e vácuo de -0,9 a 0 bar;
  • Cv: 0,55 (ISO 02) 0,75 (ISO 01) 1,56 (ISO 1) 4,01 (ISO 2) 6,08 (ISO 3)
FILTROS, REGULADORES E LUBRIFICADORES – SÉRIES P3A, 06, 07 E P3Y
Filtros,-Reguladores-e-Lubrifi-cadores---Séries-P3A,-06,-07-e-P3Y

As Séries de FRL da Parker oferecem alta performance e reduzem consideravelmente as manutenções no sistema de ar comprimido. Dessa forma, prolongam a vida útil dos componentes pneumáticos.

  • Conexões de 1/8” a 1 1/2”;
  • Faixa de pressão: 0 a 17 bar;
  • Elementos filtrantes de 5 e 40 micra e coalescentes.
FRL GLOBAL
FRL-Global

O FRL Global tem como principais características a facilidade na instalação e manutenção de seus componentes, além disso, destaca-se a praticidade na remoção do copo e reabastecimento do lubrificador.

  • Conexões de 1/4”, 1/2” e 3/4” G;
  • Faixa de pressão: 0 a 17 bar;
  • Faixa de temperatura: -20°C a +80°C;
  • Elemento filtrante de 5 micra.

Quer saber mais sobre pneumática industrial? Baixe agora mesmo uma apostila desenvolvida especialmente pela equipe da Parker.

Quer ter acesso às soluções pneumáticas da Parker? ENTRE EM CONTATO AGORA MESMO. Afinal, o que existe de mais moderno em Pneumática Industrial com toda a certeza você encontra na DJP (VEJA OS CATÁLOGOS).

CLIQUE AQUI e leia mais artigos no Mês da Pneumática da DJP.

Sobre o autor

DJP Automação
DJP Automação
A DJP possui 20 anos de experiência na área de automação industrial. Através do blog compartilha com você um pouco do conhecimento adquirido em todos esses anos, principalmente na área de CLPs, sensores e pneumática industrial.

Nenhum comentário

Deixe o seu comentário

Open chat
Estamos à disposição!
Olá! Estamos aqui, precisando é só chamar...
Powered by